Procuradoria da Mulher e Escola do Legislativo promovem palestra sobre liderança feminina
10/03/2020 17:20 em Novidades

Em alusão aos dias internacional, municipal e nacional da Mulher, comemorado, respectivamente, em 8, 19 e 30 de março, a Procuradoria da Mulher da Assembleia e a Escola do Legislativo promoveram, na manhã desta terça-feira (10), palestra com o tema “Liderança Feminina e Comunicação Assertiva”, voltada para as servidoras da Casa.

 

Segundo a procuradora da Mulher da Assembleia, deputada Helena Duailibe, o evento tem como objetivo incentivá-las, cada vez mais, a ocuparem espaços de liderança. “Temos muitas servidoras na Casa desempenhando o importante papel de líder, então, esperamos que elas reproduzam o que aprenderam hoje. Queremos incentivar as mulheres a terem esse espaço de poder e é importante que comecemos dentro da instituição”, explicou.

 

A diretora adjunta de Desenvolvimento Social da Escola do Legislativo, Juliana Guerra, reiterou a finalidade do evento. “Apesar dos avanços conquistados nas últimas décadas, a representatividade de mulheres no poder ainda é pequena e precisa ser discutida. Muitas ainda têm dificuldades de ocupar funções de poder ou de se expressar de forma ativa. A palestra que trouxemos dá esse norte: incentiva e ensina”, esclareceu.

 

Palestra

 

Na palestra, Karina Muniz, psicóloga e multiplicadora do “Elas Podem”, maior programa de capacitação de mulheres do Brasil, discorreu a temática, enfatizando que todas as mulheres podem ser o que decidirem ser. “A mulher pode há muito tempo. Só não sabia disso antes. E este é um momento de troca entre nós, sobre poder. Dialogamos para ouvir as outras mulheres, de forma que elas também me mostrem o que é poder. É uma troca de saberes”, ressaltou.

 

Para a funcionária da Alema, Lila Cardoso, falar de empoderamento feminino é essencial. “Precisamos ter a consciência de que temos poder em todos os lugares. Não só nós, mas toda a sociedade precisa ter a convicção disso, da nossa capacidade como mulheres”, acentuou, elogiando a iniciativa do Parlamento maranhense. “A Assembleia está de parabéns por trazer esse tema para a discussão. Nos valoriza e nos incentiva”, completou.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!